“E você depois perguntou: 
— Não tem nada meu aí? E eu quis gritar:
— Tem, tem eu.”

 Tati Bernardi.

>>

 

“Me desculpe! Eu não deveria ter sentido tanto, eu não devia ter dito tanto, talvez eu devesse ter feito pouco, esperado, talvez eu pudesse ter feito dar certo, se tivesse guardado só pra mim. Mas, era meio complicado, sentir tanta coisa, ter tanto a falar, tanto a fazer por nós.”

 Orquestrando.  

>>

“Então eu fecho os olhos e revivo tudo novamente.”

 Leo Fialla 

>>

Aporta está fechada, e não adianta bater. E foi tão bom constatar que não me atinge mais. Não me entristece, não me aborrece, não me tira o sono. Passa por mim. Mas, não me atravessa. Tati Bernardi

>>

"Vou sair, vou para algum lugar mas confortável do que suas palavras e do que todas as suas atitudes. Quem sabe acho algo melhor … "

>>